Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Dama da Corte Italiana.

Foi nos pedido uma boneca com um vestido vermelho e numa pose alegre, aberta. Ao falar com a cliente, ficámos a saber um pouco mais sobre ela, descobrimos que é uma apaixonada por Itália. E foi lá que fomos buscar inspiração, recuámos um pouco no tempo e, fomos até ao séc. XV/XVI.


Chopines - Tipo de calçado com plataforma, era usado por mulheres ricas, inicialmente servia para proteger os sapatos e vestidos da lama e sujidade existente nas ruas. Andar no chopine não era fácil, por isso, quem os usava eram acompanhados por alguém para os ajudar a equilibrarem-se.
Se quiseres saber mais, lê http://modahistorica.blogspot.pt/2013/07/chopines-e-os-sapatos-sem-salto.html




Corte Veneziana.



Vejamos, agora, o resultado desta inspiração.
Começou assim...




O resultado final...




A Dama foi para o Algarve, já que gosta tanto de bailar, pode aprender o corridinho. Eh! Eh! Eh! E, talvez ensinar a siciliana e tarantella. Eh! Eh! Eh!
Para nós, foi um trabalho divertido e enriquecedor.  A nossa cliente, f…

Na Casa da Partilha.

No passado sábado, 29 de Abril, o PapaPapel Atelier saiu, uma vez mais, à rua. Desta vez, a nossa oficina móvel, foi até Oeiras, à Casa da Partilha, um espaço único, fantástico e mágico, onde coabitam a Partilha Narrativa - Associação Cultural (http://partilhanarrativa.wixsite.com/stories/n-s) e a Livraria e editora Gatafunho (http://partilhanarrativa.wixsite.com/stories/n-s). Aqui todas as semanas decorrem eventos muito interessantes. Espreitem e visitem. E nós, fomos até lá com uma oficina de pasta de papel, construção de mealheiros. Como estes eventos são lúdicos e têm a duração de, apenas, um dia, ou melhor, umas horas, optamos sempre por produzir a pasta de papel e, com ela construir uma peça. No caso foram mealheiros e, ainda deu para darem largas à imaginação e construírem pequenas peças. Também, levamos, sempre, uma peça em bruto, produzida por nós, para aprenderem os acabamentos que vão ser feitos em casa. Pedimos sempre para nos enviarem fotos com os trabalhos terminados, s…

Na Voz do Operário

A convite do nosso amigo Gonçalo, de 6 anos de idade, aluno do 1º ano do 1º ciclo, estivemos, no passado 13 de Março, na Voz do Operário - Espaço Educativo da Graça ( http://www.vozoperario.pt/index.php/educacao/projeto-educativo), com a nossa oficina móvel.

Este nosso amigo queria muito que fossemos à sua escola ensinar a fazer mealheiros em pasta de papel. Surgiu a oportunidade quando, a 13 de Março, chegou a vez da família do Gonçalo ir à escola fazer uma actividade. Ele e os seus colegas elaboraram o projecto "Super Ambulância", um mealheiro gigante, para os ajudar amealhar o que precisam para o acantonamento de fim de ano. A turma acha que só uma ambulância os pode salvar.

E, lá fomos nós, acompanhando a mãe do Gonçalo para o dia da actividade em família. Neste dia, produzimos pasta e construímos a dita ambulância. Ficou a secar. Os acabamentos ficaram a cargo da turma, que se comprometeu em enviar-nos fotos do trabalho concluído.










Uma tarde bem passada, enérgica e dive…

Aventuras e desventuras da nossa equipa. (última parte)

Estivemos ausentes, silenciosos, mas a trabalhar, apesar de a nossa artesã se ter lesionado com a instalação do atelier. Ainda está em tratamentos, é sério, mas nada que a faça parar. O trabalho também apertou, felizmente. Mas vamos ao que interessa.

Como vos tinha falado anteriormente, o espaço que reservamos para o atelier tinha alguns problemas que tivemos de resolver. Tais como...

Estores...


Buracos para tapar...


Chão do roupeiro abateu...


Pintámos estantes...


Pintámos paredes...


Com a colaboração das nossas mascotes, Misia e...


Izzy.


Montagem das estantes...


A Misia a supervisionar...


Vai tomando forma...


Ainda não está terminado, mas já está operacional.


Muita coisa ainda há para fazer, mas o importante é que já está operacional e, o trabalho começou a surgir. Os acabamentos e pormenores vai se fazendo aos poucos.

Agora é ir percorrendo o caminho. Vamos nos encontrando por aí, espero.
Até breve.

Textos e Fotos, Fernanda Viana.